Qual é a comida típica brasileira? Essa pode ser uma pergunta que você já tenha se feito alguma vez na vida. Afinal, sendo o Brasil um país de proporções continentais e possuindo uma gastronomia tão variada, fica de fato complicado definir objetivamente uma resposta para essa pergunta.

Isso porque na verdade são muitas coisas e muitos estilos advindos das diversas influências culturais que recebemos ao longo de nossa formação social. A gastronomia brasileira é tão diversificada como o seu povo. Com fortes contribuições indígenas, africanas e mais a influência colonizadora e dos povos imigrantes, não teria outro jeito.

Sendo assim, a melhor forma de conhecer a riqueza da comida típica brasileira é separando suas regiões geográficas, que agregam fatores e influências históricas em comum. Então, confira agora 5 pratos tipicamente brasileiros, separados por suas regiões geográficas, para você saborear e conhecer!

Feijoada

Não só é o prato mais conhecido do Rio de Janeiro, como figura também entre os mais conhecidos da comida típica brasileira. A feijoada consiste em uma mistura do feijão preto cozido, com partes menos nobres do porco, como orelha, rabo, além de linguiça e carne seca. Normalmente vem acompanhada de couve e de arroz.

Acredita-se que a feijoada tenha sido inventada por escravos, que faziam sua comida com os alimentos que eram menosprezados pelos seus senhores. Por isso o fato das carnes utilizadas não serem nobres.

Carne de sol

A carne de sol nada mais é do que uma peça de colchão mole ou duro salgado, preparado segunda a tradição nordestina. Tem esse nome porque antigamente era levada ao sol para secar, no momento em que fosse salgada e se iniciasse o processo de cura.

Hoje em dia, não se leva mais a carne ao sol. A cura é feita em ambiente refrigerado, para não secar demais a carne, o que nesse caso a transformaria em carne seca. Costuma vir acompanhada de aipim frito, queijo coalho e feijão verde.

Tapioca

A tapioca tem origem indígena, porém com o tempo foi se espalhando pela região a ponto de ser reconhecida como um prato da comida típica brasileira no nordeste. A sua origem vem da fécula de mandioca granulada, que ao ser esquentada forma uma massa unida.

Ficou muito famosa nos últimos anos por ser um ótimo substituto do pão, para quem é intolerante ao glúten. Sua versatilidade também é um dos seus trunfos, já que pode tanto ser recheada com alimentos salgados como frango desfiado, peito de peru e queijos, como também por alimentos doces, como brigadeiro ou doce de leite.

Pato no Tucupi

Esse é um prato típico da culinária paraense e consiste em uma pato assado, com molho feito a base do Tucupi, que é um líquido amarelo extraído da raiz de mandioca brava. É uma receita originariamente indígena, que usavam o tucupi para preparar patos selvagens, assando em fogões de pedra.

Uma curiosidade aqui é que o Tucupi inicialmente é venenoso, ele tem que ser fervido lentamente por muitas horas para que perca todo o seu ácido cianídrico.

Tacacá

O Tacacá também é uma iguaria de origem indígena, que faz parte da comida típica brasileira, muito famoso em todo o norte do país. Ele é feito a partir do tucupi e da goma de tapioca extraído da mandioca. O prato é servido quente e leva ainda camarão seco e jambu, uma folha amazônica que pode causar um formigamento nos lábios.